19/02/2018

Sentindo o Coração (Parte 3)

Da última vez que escrevi sobre esse tema, terminei com uma pergunta:

 "Juliene, mas me diga uma coisa, e se eu tomar uma decisão com base nessa coisa aí do coração, e mesmo sabendo a resposta, me der um cagaço!!!"

Então, vamos lá! Se alguém me fizesse uma pergunta como essa, eu responderia: "Nossa você já descobriu o principal!!" Muitas pessoas tem medo de confiar na sua intuição ou, antes disso, de mesmo saber por onde ir, que decisão tomar. Principalmente quando isso envolve outras pessoas, pois nada de fato é garantido.

Eu lembro de uma cliente que queria muito mudar de cidade. E já tinha até um vislumbre para onde ir e contatos. Mas ela não tomava uma decisão porque queria ter garantias, 100% de garantias de que tudo iria dar certo. E a verdade é que essa garantia toda é uma grande ilusão, não dá para saber.

O ponto essencial quando se segue a sabedoria do coração, é que você está se abrindo para seguir um comando interno e experimentar o que quer que aconteça, sem garantias!! E quando digo sem garantias, é que essa decisão vai vir acompanhada de seus aprendizados, do amadurecimento, do conhecer a si mesmo, do inesperado!! Podem haver momentos de bastante desafios e sofrimentos, pois a vida não é linear. E quando tomamos uma decisão, abrimos espaço para que nossa luz e sombra se manifeste.

A diferença é que quando você se entrega à sabedoria do coração, você está abrindo mão do controle e deixando que a vida lhe surpreenda.

Então, se lhe der literalmente um cagaço, limpe a bosta toda e siga em frente!!!!

Com amor e luz,

Ju Macedo

Se não leu ainda:
Sentindo o Coração (Parte 1)
Sentindo o Coração (Parte 2)

Nenhum comentário:

Postar um comentário