24/10/2011

A Pedra no Lago (conto)


Era uma vez, e não era, um lugar perdido na dispersão da mente, habitado por seres de toda espécie, com múltiplos estilos de vida, que viviam de acordo com seus humores. Neste aglomerado de possibilidades, havia um lugar distinto, uma vila num vale com pessoas da terra, água, fogo e ar, que apesar das diferenças, conseguiam manter a harmonia e a cooperação. Elas tinham uma disposição genuína no coração para mudar a si mesmas e servir aos outros. Tal atitude era fruto da visita de Sábios viajantes que costumavam passar por lá para desfrutar da quietude e abundância do vale, meditar e ensinar.  Mas também era fruto da energia de uma velha eremita que habitava uma das cavernas do grande rochedo.